Sobre nós

“Comunidade, para mim, quer dizer com Humanidade!”
(Sr. Dázio, agricultor maranhense)

A Estação Gabiraba é uma operadora de ecoturismo que, em conjunto com comunidades locais, procura desenvolver e estabelecer um modelo alternativo de turismo que gera renda às iniciativas sociais comunitárias e valoriza as tradições e o ambiente em que elas vivem.

Nasceu em 2007, a partir do conhecimento acumulado na gestão de grupos educacionais na Amazônia e na discussão com entidades sociais e ambientais que atuam na região. Tem como objetivo geral consolidar no mercado um novo modelo de gestão em turismo, valorizando as capacidades empreendedoras e o patrimônio natural e cultural das populações tradicionais da Amazônia. Comprometida com os princípios do ecoturismo de base comunitária e do comércio justo, a Estação Gabiraba busca contribuir para uma sociedade mais participativa e solidária por meio do turismo.

Foi fundada por Ana Gabriela Fontoura, natural de Belém (PA), graduada em Turismo pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e especialista em Estudos Ambientais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas).

O campo de atuação da Estação Gabiraba abrange atualmente os estados do Pará, Amazonas, Amapá, Acre, Rondônia e Mato Grosso, atingindo mais de trinta comunidades. Dentre os principais clientes, destacam-se: WWF-Brasil, Embaixada Real da Noruega, Instituto Peabiru, Banco Mundial (BID), Toyota, Fundo Vale e Experimento Intercâmbio Cultural.

Nossos Princípios

Base Comunitária

O turismo seja planejado e desenvolvido a partir da comunidade‏. Ela é a raiz do trabalho e a dona do turismo em seus espaços.

Sustentabilidade

As comunidades e os turistas participem em atividades de conservação e as visitas fortaleçam as ações de gestão e educação ambiental.

Transparência

Exista transparência nas relações e a divisão equilibrada dos recursos financieros.

Desenvolvimento local

As atividades cumpram um papel complementar ao modo de vida local. Ele deve auxiliar no fortalecimento das estruturas de organização da comunidade e complementar (não substituir) as atividades tradicionais.

Aprendizagem

Estabeleçam-se oportunidades de aprendizagem mútuas. O intercâmbio de experiências entre o comunitário e o visitante garante que um aprende e ensina tanto quanto o outro.

Você conhece a Gabiraba?

Gabiraba é uma frutinha nativa presente no quintal de muita gente pelo Brasil afora. Também conhecida como Guabiraba, Guabiroba ou Gabiroba, ela não é normalmente comercializada em feiras e mercados, para conhecê-la é preciso viver a terra que a produz e a população que dela faz uso. 

Esse é o espírito das viagens da Estação Gabiraba! Os roteiros não estão em todas as prateleiras ou lojas e às vezes acontecem em destinos ainda pouco conhecidos, mas ao viajar com a gente e aprofundar suas relações com as pessoas visitadas, você vai conhecer as lindezas guardadas nos quintais e terreiros por aí.

 

Ana Gabriela Fontoura

Diretora

“Nasci em Belém, Pará. Antes mesmo de saber com o quê gostaria de trabalhar, já sabia onde: na minha AMAzônia. Sou de natureza viajante, amante das florestas, otimista e falante (com chiado paraense). Gosto de fotografia, suco de taperebá, passeio de canoa, uma boa prosa, de olhar a lua e de gente.”

Nossos Parceiros

Fechar Menu